parceiros:







info@fotoadrenalina.com | +351.916 222 009 | +351.916 222 029





programa
condições e custos
reserva
imprimir
  12 a 27 novembro - últimos lugares!

A nossa proposta
A Patagónia é uma região quase mítica, distribuída por dois países: o Chile e a Argentina. A cidade de Santiago, uma agradável surpresa eternamente à espera de ser descoberta, vai ser a antecâmara de um extraordinário mergulho numa natureza em bruto, que também exige dotes de descobridor. Nesta experiênca fotográfica atravessaremos fronteiras para descobrir locais extraordinários, de glaciares gigantescos de um azul irreal, a montanhas que se erguem como paredes de pedra, envoltas em lagos e na exótica floresta austral. Condores, guanacos e pinguins também fazem parte de uma paisagem onde reinam a luz e o vento. Esta é uma expedição fotográfica absolutamente indispensável para todos os que amam a natureza e gostam de caminhar.
 
Spots fotográficos

. Santiago do Chile

. Punta Arenas

. Puerto Natales

. Terra do Fogo

. Glaciar Perito Moreno

. Montes Chaltén (Fitzroy) e Torre

. Parque Nacional Torres del Paine

. Canal Beagle e Pinguinera Isla Martillo


Técnica Fotográfica abordada
Paisagem natural, Paisagem urbana e Retrato.
 
Material fotográfico aconselhado
Tratando‐se de uma experiência fotográfica, até um simples telemóvel poderá ser utilizado para registar as suas imagens. De qualquer modo, recomenda‐se a utilização de uma câmara reflex, objectiva grande angular e teleobjectiva. Como material opcional, considere ainda a utilização de um tripé, cabo disparador e filtros de densidade neutra.
 
Destinatários
Esta experiência fotográfica destina-se a todos que gostam de fazer fotografia e viajar. O conhecimento fotográfico e o tipo de câmara que utiliza não são importantes; preferimos valorizar o olhar de cada um sobre o destino e o seu enquadramento cultural.


programa.jpg


Voo para Santiago

A viagem começa com o voo para Santiago do Chile.
Reunidos todos os participantes, começaremos a nossa exploração fotográfica nesta cidade tão pouco conhecida como fotografada: da colonial Plaza de Armas ao emblemático Palácio de La Moneda, do Cerro Santa Lucia ao bairro boémio de Bellavista – onde fica La Chascona, casa de Pablo Neruda - Santiago é uma cidade jovem e animada, que vai surpreender pela positiva. Não nos despediremos sem uma subida ao miradouro do Parque Metropolitano, de onde se avista a cordilheira andina, e sem beber um copo do típico mote com huesillo.
Com bom tempo, o voo entre Santiago e Punta Arenas já vai desvendando a paisagem fascinante que iremos explorar e fotografar durante as próximas semanas, e que é feita de montanhas, lagos e glaciares
A cidade de Punta Arenas é a capital da Patagónia chilena, e não esconde o seu ar de terra de pioneiros, com uma arquitetura e alguns edifícios do século XIX e XX dignos de registo fotográfico. Um dos primeiros a estabelecerem-se na zona, foi o português José Nogueira, que ficaremos a conhecer um pouco melhor.
A viagem continua em direção a Ushuaia, na Argentina, onde se chega depois de atravessar o Estreito de Magalhães. Do outro lado fica a grande ilha da Terra do Fogo, dividida entre o Chile e a Argentina. É em Ushuaia que faremos base para as próximas experiências fotográficas – agora no território mais austral do mundo.
Nos arredores da cidade, apenas uma pequena parte do Parque Nacional está aberta aos visitantes, mas concentra bem toda a sua beleza: floresta, lagos e a magnífica Baía Lapataia. No canal Beagle, as oportunidades fotográficas vão recair nas comunidades de leões-marinhos e na multiplicidade de aves existentes na zona, cuja estrela é o pinguim, que iremos encontrar na pinguinera de Isla Martillo. Também o poético farol Les Éclaireurs proporciona uma imagem inesquecível e, se o lendário mau tempo o permitir, a vista sobre "os dentes de Navarino", que coroam a ilha chilena que lhes dá o nome.
O segundo voo interno vai levar-nos a Calafate, ao encontro de um dos locais mais fotogénicos da nossa viagem: o Parque do Glaciar Perito Moreno. Este é um dos locais da Patagónia que não cabe numa fotografia. Aqui são necessários todos os tipos de lente, da grande angular à teleobjetiva, para captar todo o glaciar e também para recortar as suas formas e cores absolutamente irreais. É um espetáculo de luz e som, com enormes pedaços de gelo continuamente a despenhar-se no Canal de Los Témpanos, enquanto as nuvens mudam a luz sobre o enorme glaciar entalado entre montanhas. O resto do dia será passado na cidade, à descoberta dos chocolates e compotas produzidos localmente.
A próxima viagem será feita por terra, através de estepe interrompida apenas pelas manchas azuis dos lagos, e termina pouco depois de enfrentarmos o maciço rochoso que vamos explorar a seguir, verdadeira Meca para escaladores e alpinistas, onde se destacam os famosos Cerro Torre e Monte Fitzroy (El Chaltén). Uma vez instalados na aldeia de El Chaltén, percorreremos os trilhos que nos oferecem as mais belas vistas sobre mais um local de extrema beleza, muitas vezes acompanhados – sobretudo do lado do Cerro Torre – pelas sombras imensas dos condores.
O regresso ao Chile também é feito por terra, em transportes locais, atravessando de novo a fronteira rumo à simpática cidadezinha de Puerto Natales, porta de entrada no Parque Nacional Torres del Paine, um dos pontos altos da nossa expedição fotográfica. Os dias seguintes serão passados a explorar a pé, com trekkings diários por esta área de beleza selvagem protegida pela UNESCO. As oportunidades fotográficas vão centrar-se numa natureza pura, em estado selvagem, onde a luz pode ser muito subtil e as condições climatéricas inclementes. Vamos atravessar o lago Pehoe de catamarã e percorrer trilhos do circuito W, entre o fabuloso glaciar Grey, com as suas paredes de gelo azul-transparente e praias de areia negra, às famosas Torres del Paine. Terminaremos com mais uma aproximação ao glaciar de barco, antes do regresso a Puerto Natales.
Voo para Santiago e despedida numa cidade que já é a nossa casa.
Regresso a Portugal.


© 2009 Fotoadrenalina | optimizado para 1024 x 768 | Fotoadrenalina é uma marca registada