parceiros:







info@fotoadrenalina.com | +351.916 222 009 | +351.916 222 029





programa
condições e custos
reserva
imprimir
  24 março a 12 abril|2018

A nossa proposta

A Nova Zelândia oferece uma vasta variedade de paisagens, é the lord of beautiful. Assim, decidimos percorrer as 2 ilhas de Norte a Sul. Explorar as magníficas paisagens da Nova Zelândia será uma das principais razões desta experiência fotográfica, mas há uma extensa lista de oportunidades fotográficas emocionantes que farão o sangue correr-lhe pelas veias. A Nova Zelândia é um dos locais onde foram filmadas várias cenas fabulosas do Senhor dos Anéis. Haverá também tempo para relaxar, nas piscinas naturais, nas praias aquecidas ou com atrações culturais.


Spots Fotográficos

. Ilha Norte e Ilha Sul

. Cidade de Christchurch, Queenstown e Auckland

. Arthur’s Pass National Park
. Glaciar Franz Joseph e Glaciar Fox

. Lake Paringa

. Lake Wanaka

. Lake Tekapo

. Fiordes de Milford Sound

. Mirror Lakes
. Tongariro National Park

. Esmerald Lakes

. Red Crater

. Cathedral Cove

. Península de Coromandel

. The Hobbiton, local de gravações do filme dos Senhores do Aneis e da trilogia Hobbit


Técnica fotográfica abordada

Fotografia de natureza (fauna, flora), paisagem urbana e retrato.


Material fotográfico aconselhado
Tratandose de uma viagem fotográfica, até um simples telemóvel poderá ser utilizado para registar as suas imagens. Recomendase a utilização de uma câmera reflex, objetiva grande angular e teleobjetiva. Baterias adicionais são outro elemento a ter em conta, assim como proteção contra a chuva para câmeras e objetivas.


Destinatários
Esta experiência fotográfica destina-se a todos que gostam de fazer fotografia e viajar. O conhecimento fotográfico e o tipo de câmara que utiliza não são importantes, preferimos valorizar o olhar de cada um sobre o destino e que se interessem natureza e pelo enriquecimento cultural.


programa.jpg


1º dia:

Voo Portugal – Nova Zelândia, Christchurch (chegada + 2 dias)


Do 3º ao 18º dia:

Chegada a Christchurch. A maior cidade da ilha do sul, que embora afectada pelo terramoto de 2012, recuperou dos destroços e continua a ter a sua magia, com uma beleza pejada de tiques de europa central. Visita ao museu Canterbury onde se poderá explorar a história humana, social e natural deste país, desde o povo maori até à riqueza natural desta terra. Segue-se depois para os jardins botânicos, e igualmente uma visita ao Christchurch Art Gallery, um edifício icónico pela sua arquitectura futurística, e pelas obras de arte moderna aí expostas.


Para terminar, uma passagem pela famosa Catedral de Christchurch e respectiva praça central.


Começa a verdadeira aventura. Rumo à natureza selvagem e beleza avassaladora deste país. A despedida de Christchurch rumo à estrada nacional 73.

Arthur’s Pass National Park está situado no coração dos Alpes do Sul,  de altas montanhas e de grandes encostas, desfiladeiros íngremes e rios largos que traçam a 'espinha dorsal' da Ilha do Sul. A estrada leva-nos em direcção ao oeste sempre por paisagens deslumbrantes desde montanhas cobertas de neve a praias de areia preta.


A cidade hospitaleira de Franz Josef serve-nos de dormida e de nome ao Glaciar, Património Mundial.

Franz Josef Glacier foi explorado pela primeira vez em 1865 pelo geólogo Julius von Haast, que nomeou-o depois que o imperador austríaco. O glaciar é a cinco quilómetros da cidade do mesmo nome e uma caminhada de 20 minutos irá levá-lo à sua face terminal. A partir daqui pode-se caminhar para uma escolha de pontos fotográficos para uma visão maior deste incrível “rio” de gelo.


Ao redor há uma variedade de atrações naturais nas proximidades de Franz Josef Glacier Village. Perca-se fotograficamente nas florestas, cachoeiras e lagos, esta é uma das inúmeras experiências de cortar a respiração ao longo desta expedição fotográfica.

Continuação a viagem fotográfica com passagem pelo Glaciar Fox com paragem no belo lago Paringa, onde normalmente, somos brindados com uma reflexão perfeita das montanhas e Mont Kinnaird de 1227 metros.

Uma região agreste dominada por montanhas majestosas, costa rochosa, lagos cristalinos e uma magnífica floresta tropical causou a Costa Oeste para ser nomeado pelo Lonely Planet como uma das grandes viagens por estrada do mundo.

Seguem mais paisagens deslumbrantes por entre os lagos Wanaka e Hawea, que foram escavados por glaciares 10.000 anos atrás. Lake Wanaka é a fonte da maior rio da Nova Zelândia, o Clutha. Lake Hawea alimenta no rio Hawea, que se junta o Clutha em Albert Town.

Rodeada por praias de cascalho e com vistas magníficas para os picos ao redor, ambos os lagos oferecem uma variedade de oportunidades fotográficas.

Continuamos em direcção a Queenstown pela Crown Range Road.


Chegada à cidade de Queenstown, cidade que prima pela sua beleza natural, uma espécie de Rio de Janeiro da Nova Zelândia, rodeada por estonteantes montanhas, um imenso lago e teleféricos. Subida ao topo da montanha para se ter uma vista sobre toda a cidade de teleférico.


Continuação da viagem fotográfica até aos icónicos e absolutamente espetaculares fiordes de Milford Sound. Esta estrada é muito mais do que uma maneira de chegar a Milford Sound; é uma viagem inesquecível no coração do Parque Nacional Fiordland e área do Património Mundial Te Wahipounamu.


Algumas das características mais marcantes e significativos Fiordland são reveladas ao longo deste percurso, por isso vamos dar tempo suficiente para parar para tirar fotos. Um dos locais na Nova Zelândia onde foi filmada uma das cenas mais fabulosas do Senhor dos Anéis. A caminho deste local ainda se faz uma paragem nos igualmente incríveis Mirror Lakes, onde o reflexo das montanhas Earl na água faz jus ao seu nome.


Saída para norte em direção a Christchurch. Passagem pelo lago Dunstan e Lindis Pass, sempre cercados por incessantes paisagens de cortar a respiração, o apanágio neste país.

Não deixaremos de fotografar o Lake Tekapo, de notável cor turquesa, obtida pelo pó que está em suspensão na água, gerado pela fricção da rocha com a base dos glaciares.

Regresso a Christchurch.


Começa nova epopeia, desta vez para seguir caminho até à ilha do norte pela estrada Nacional 1, até Picton, onde se apanhará o Ferry até à capital, Wellington.

Passagem pela “The Desert Road”, estrada rodeada por um deserto de areia preta, onde ao fundo se vilumbrará o Monte Tongariro, recriado numa das cenas mais icónicas do filme Senhor dos Anéis (Mount Doom no filme), e pelo lago Taupo.

O Parque Nacional de Tongariro circunda os vulcões do Tongariro, Ngauruhoe e Ruapehu e apresenta algumas das paisagens mais contrastantes da Nova Zelândia.


Tongariro National Park - cobrindo quase 80.000 hectares - foi oferecida à nação pelo chefe Maori Te Heuheu Tukino IV em dupla status de 1887. Pouco mais de cem anos depois, o parque foi premiado Património Mundial.

Prados alpinos e fontes termais cercam os maiores vulcões da Ilha do Norte, oferecendo um ambiente de diversidade fotográfica impressionante.


Todos os três vulcões estão muito vivos, com Mount Tongariro em erupção recentemente, em Agosto de 2012. Um dia cansativo, mas completamente recompensado pelas paisagens completamente utópicas e cinematográficas (Senhores dos Anéis) que se poderão ver.

Passagem pelo Lago Taupo em direcção a dois parques geotérmicos e de actividade vulcânica : Orakeikorako e Rotorua. Esmerald Lakes e a Red Crater, lagos de laranjas e esmeraldas surreais, a gases a sairem pelo solo por todo o lado a cheiro a enxofre e géiseres, este dois locais farão qualquer pessoa sentir que está dentro da génese da origem da vida no nosso planeta.

 

Seguimos em direcção à praia “Hot Water Beach”, uma praia onde cada um terá uma pá para escavar o seu próprio buraco na areia e assim fazer o seu próprio jacuzzi natural, num contraste brutal do frio (normalmente) sentido no ar, ao quente da água. Demasiado perto do mar, a água estará fria e longe demais, estará demasiado quente, por isso há que ter paciência até encontrar o local idóneo !

Ida à praia de Cathedral Cove (local onde foi filmado parte do filme “Narnia”), mais uma das infinitas praias paradisíacas da Nova Zelândia, reserva marinha que está localizada na península de Coromandel do North Island.

Segue-se posteriormente pela Nacional A25 e 2 até à maior cidade do país, Auckland. O coração de Auckland, é uma delícia urbana contracenando com a bela paisagem costeira. Não é difícil ver porque é considerada uma das cidades mais habitáveis do mundo.

 
19º dia:

Voo de Auckland para Portugal (chegada + 1 dia)



novazelandia1.jpg


novazelandia2.jpg


novazelandia3.jpg


novazelandia4.jpg


novazelandia5.jpg


novazelandia6.jpg


novazelandia7.jpg


novazelandia8.jpg


novazelandia9.jpg


novazelandia10.jpg


novazelandia11.jpg


novazelandia12.jpg


novazelandia13.jpg


novazelandia14.jpg



© 2009 Fotoadrenalina | optimizado para 1024 x 768 | Fotoadrenalina é uma marca registada