Equipa

equipa vitor fotoadrenalina-fotoadrenalina

Vítor Costa

Foi a paixão pela fotografia que me fez criar o projeto do Fotoadrenalina. Em 2002, juntei à paixão pela fotografia a vontade de descobrir mundo e no espaço de quase duas décadas, de uma simples viagem às Ilhas Cíes, na Galiza, acabei por descobrir um pouco dos 5 continentes.

Foram praticamente 20 anos a conhecer novas culturas, paisagens únicas e fenómenos da natureza surpreendentes, mas sobretudo fiz muitos companheiros de viagem. 

Para trás ficaram 18 anos de formação no Instituto Português de Fotografia, trabalhos realizados para várias empresas e outros tantos publicados em várias revistas e jornais. 

Hoje continuo a surpreender-me com este maravilhoso planeta e a conhecer pessoas fantásticas, que partilham as viagem comigo no Fotoadrenalina.

Vitor Costa é fotógrafo/viajante convidado do Fotoadrenalina em:

equipa anamineiro fotoadrenalina-fotoadrenalina

Ana Mineiro

De professora de línguas ao jornalismo de viagem, acabou por abdicar da primeira carreira para não descuidar a segunda. A viajar de forma independente desde os 16 anos e a escrever e fotografar desde o início dos anos 90, é, provavelmente, uma das mais perenes jornalistas de viagem em Portugal, com publicações em revistas portuguesas e espanholas. Publicou também um livro de viagens (Onde os Rios têm Marés) e tem outro em preparação.

Apaixonada militante de montanhas, desertos e lugares selvagens em geral, gosta de os explorar devagar, em trekking e a solo.
Combina os seus principais interesses (viagens, comida vegana, leitura, escrita e fotografia) no site Comedores de Paisagem.

Ana Mineiro é fotógrafa/viajante convidada do Fotoadrenalina em:

equipa catarina fotoadrenalina-fotoadrenalina

CATARINA VIEIRA

Desde que finalizei o Curso Profissional de Fotografia, no Instituto Português de Fotografia em 2013, de seguida foi estagiar para o Jornal de Notícias onde continuo a fazer trabalho  como Fotojornalista para a Global Imagens. 
Participei na exposição da RTP ”Quando os Jovens Fotógrafos retratam jovens Músicos”, que teve lugar no Centro Cultural de Belém
em Lisboa e aos 25 anos fiz uma longa viagem pela Ásia, onde visitei vários países deste continente. Mas a parte mais enriquecedor e também marcante viagem foi o voluntariado com crianças na ”Touch a Life” em Siem Reap no Camboja
Gosto de imprimir à viagem aquilo que sou, divertida, aventureira e adepta de viajar com uma pequena mochila nas costas, que adora animais e sobretudo fotografia de viagem.

Catarina Vieira é fotógrafa/viajante convidada do Fotoadrenalina em:

equipa daniel fotoadrenalina-fotoadrenalina

Daniel Camacho

Em cada viagem que faço, os meus olhos mudam. As viagens são uma fonte inesgotável de cultura, não apenas cultura visual, mas cultura geral. Os nossos limites e o limite do nosso horizonte, é o limite da nossa cultura.

E em cada viagem que faço, quando volto, volto mais do que era, volto eu mais um outro eu que se desdobra em ideias novas. Penso que essa é a grande motivação que me leva a querer sempre viajar

Como sou fotógrafo, tento armazenar as viagens em arquivos de memória. A fotografia para mim é algo que documenta a minha passagem no tempo, e perpetua de certa forma a magia da viagem, podendo sempre voltar a ela e despertar histórias. E é engraçado rever fotografias de viagens e ver que eu já não sou só aquele Daniel que na altura fotografou, sou mais do que era e isso faz-me querer sempre mais.

Nestas viagens fotográficas, é interessante ver que cada um tem uma visão única e é isso que torna a viagem e a fotografia especiais. Para mim, é importante coleccionar momentos para depois ter histórias para contar.

Daniel Camacho é fotógrafo/viajante convidado do Fotoadrenalina em:

equipa goncalo fotoadrenalina-fotoadrenalina

Gonçalo Figueiredo

Engenheiro e fotógrafo de formação, diretor criativo de profissão, viajante de alma e aventureiro de coração, sou o Gonçalo (Gonças) e vivo o mundo como sempre o fiz, uma aventura e uma história de cada vez.

Aos 8 anos estriei-me na vela e windsurf de competição e aos 14 anos fui de Coimbra a Aveiro a pedalar, com escala na Figueira da Foz, que o caminho mais curto raramente conta boas histórias. Viajei por meio mundo desde então, cruzando 5 continentes.

Distingui-me na fotografia, desenvolvendo trabalhos para empresas como a Nokia, a Microsoft ou a Air Asia. Co-fundador do National Geographic Exodus Aveiro Fest, criei também o #WildWithPurpose, um projeto de viagem e aventura irreverente.

Gonçalo Figueiredo é fotógrafo/viajante convidado do Fotoadrenalina em:

equipa joseluis fotoadrenalina-fotoadrenalina

José Luís Santos

Nascido em 1980, sou professor de História apaixonado pela fotografia e pela viagem desde tenra idade. Sinto o fascínio pela Rota da Seda, um ligação milenar entre o Ocidente e Oriente, razão pela qual há já mais de uma década e meia que me foge o pé para estas terras ainda inóspitas e com povos tão hospitaleiros. Escrevo também crónicas de viagem no Jornal Trevim, o quinzenário de informação da minha terra, a Lousã, e o diário As Beiras, de Coimbra.

José Luís Santos é fotógrafo/viajante convidado do Fotoadrenalina em:

Manuela Matos Monteiro

Manuela Matos Monteiro e João Lafuente

Manuela Matos Monteiro e João Lafuente aliam duas paixões que se complementam: viajar e fotografar. Desde a adolescência que elegeram a viagem como uma prioridade no tempo disponível e ao longo dos anos percorreram dezenas de países procurando sempre integrar-se, acolhendo a diferença como forma de enriquecimento pessoal. A fotografia foi sempre uma aliada desta vontade de conhecer e de registar paisagens, modos de ser e fazer. Essas recolhas foram objeto de publicação em livros e revistas de fotografia e de viagem e de exposições coletivas e individuais em Portugal e no estrangeiro: Paris, Florença, Berlim, Miami, Kansas City, Los Angeles, Maputo, Bruxelas (Parlamento Europeu) Bordéus, etc.
Gostam de viajar e liderar grupos porque gostam de desfrutar com pessoas o que as viagens proporcionam e partilhar os seus conhecimentos de fotografia (com camaras e dispositivos móveis).
Dirigem as galerias Espaço MIRA, MIRA FORUM e MIRA | artes performativas no Porto. Desenvolvem trabalho de curadoria e organizaram as 10 edições do concurso MIRA Mobile Prize.

Manuela Matos Monteiro e João Lafuente são fotógrafos/viajantes convidados do Fotoadrenalina em:

equipa mariajoao fotoadrenalina-fotoadrenalina

Maria João Gala

Nasceu em Luanda, mas aos 5 anos mudou-se para Portugal. Começou por estudar Design de Comunicação nas Belas Artes da Universidade do Porto e seguiu para professora. Fez pós-graduação em Design, Materiais e Gestão de Consumo na Universidade de Aveiro. Um dia decidiu perseguir um sonho – a fotografia. E estudou-a no Instituto Português de Fotografia, descobrindo o fotojornalismo, a sua grande paixão.

Estagiou no jornal Público e neste momento é fotógrafa freelancer e colaboradora assídua da Global Imagens, com publicações nos jornais e revistas do Global Media Group.

Maria João Gala é fotógrafa/viajante convidada do Fotoadrenalina em:

equipa miguel fotoadrenalina-fotoadrenalina

Miguel leal

Atraído pelo mundo natural desde muito novo, a minha vida desenrolou-se entre Portugal e o Canadá. Não é, portanto, para admirar que viesse a dar por mim a escalar as encostas das Montanhas Rochosas, ou a contemplar a vastidão do Árctico, tendo tido a sorte de poder combinar algumas das minhas paixões, como fotógrafo e repórter de viagens. 

A minha preocupação pela sustentabilidade desta nossa terra levou-me a tornar-me biólogo e a aproveitar cada oportunidade que me surgiu para alargar os meus conhecimentos sobre como regenerar o Planeta.

Resultado de todas estas experiências, sucessos e falhanços, criei duas empresas e procuro desenvolver produtos que nos ajudam a viver de forma mais saudável e reduzir a nossa pegada no Planeta.

Adoro partilhar o que gosto e o que sei, e foi por essa razão que abracei o desafio que o Fotoadrenalina me lançou de liderar as viagens no meu outro país – o Canadá.

No meu tempo livre, gosto de explorar as paisagens da Terra, ler literatura de viagens e correr na Natureza.

Miguel Leal é fotógrafo/viajante convidado do Fotoadrenalina em:

equipa paulotorres fotoadrenalina-fotoadrenalina

Paulo Torres

Gosto de motivar aqueles que vêem as minhas fotos e incentivá-los a ir viajar até aos locais que fotografo e ao mesmo tempo apreciarem a sua magia e beleza, tal como eu captei.

Porquê a fotografia? O simples gosto e prazer de pegar numa câmara, não se explica. Sente-se! É difícil não se apaixonar por uma, mas é todo o processo posterior de edição e tratamento que transforma a imagem e lhe dá a magia de imaginar, sonhar e querer lá ir e sentir.

O que me leva a ser viajante é mesmo isso. É o desejo de estar lá em vez de o imaginar ou ver através de uma foto. É ouvir as estórias sentir a magia do local e mergulhar noutro mundo.

A fotografia faz-me recordar a viagem. A viagem valoriza os momentos de descontração, desliga-me dos compromissos e da rotina e dá-me novas experiências e vivências.

Gosto de estar em contato com a natureza e apreciar os detalhes, as cores e contrastes do meio que me rodeia e colocar tudo isso dentro de uma fotografia.

Sou fascinado por países Nórdicos, pela sua cultura e História.

Paulo Torres é fotógrafo/viajante convidado do Fotoadrenalina em:

equipa padinha fotoadrenalina-fotoadrenalina

Pedro Padinha

Tive a minha primeira grande vitória aos 4 anos, quando consegui fugir da carrinha que me levava para o 1º ano da pré-escola. Ganhei “vida” por ter brincado muito na rua, ao ar livre.
Aos 19 apaixonei-me pelo BTT que me levou a descobrir o Portugal profundo. Pedalei de lés-a-lés, de Lisboa a Santiago, pela épica “Transportugal” de Bragança a Sagres ou de Saint-Jean Pied de Port a Finisterra. Aos 22 descobri o Couchsurfing e durante anos entrou pela minha casa, aos poucos, viajantes que me mostraram diferentes formas de estar na vida.
A partir daí, senti que tinha chegado o momento de eu partir. Em 2009, depois de terminar a licenciatura e a minha primeira experiência profissional, viajei a solo, lentamente durante 10 meses, atravessando todo o Médio Oriente e Norte de África, entre o Irão e Marrocos. Criei irremediavelmente uma ligação especial por aquela zona do globo, pela fotografia documental e pela escrita. 

É através das pessoas locais, criando pontes de partilha que pretendo dar um cunho especial nas viagens. Acredito profundamente que são elas que podem criar memórias inesquecíveis, únicas e marcantes nos países de destino que lidero.


Sou economista e conjugo as viagens com a profissão de Financial Advisor, na área de mercados financeiros.

Pedro Padinha é fotógrafo/viajante convidado do Fotoadrenalina em:

equipa pulido fotoadrenalina-fotoadrenalina

Pedro pulido

A paixão pelas viagens e pela fotografia andam de mãos dadas e fazem parte da minha vida há cerca de uma década.
O meu nome é Pedro Pulido e sou líder de viagens ao Peru com a Fotoadrenalina desde 2017.
O Peru entra na minha vida numa viagem a solo em 2015. Um mochilão de 2 meses e 4 países onde acabo por passar mais de 50% da viagem no Peru. Não consegui mudar de país. Estava fascinado pela sua cultura tão distinta, desde os antigos povos de Paracas do período Pré-colombino até ao Império Inca e ao tão diferente e parado no tempo mundo da Amazónia.
Em 2017 surge a oportunidade de trabalhar como director de marketing de uma empresa de turismo. Agarrei essa oportunidade sem hesitar e mudei-me de malas e bagagens para o Peru.
Hoje, e após estes anos a viver no Peru, posso dizer que sinto este país como a minha segunda casa.
Viajar pelo Peru é uma mistura de experiências de sentidos e também uma surpresa que vai muito além da influência deixada pelo império Inca.
Todos os anos tenho o privilégio de partilhar as maravilhas da cultura peruanas com viajantes do Fotoadrenalina. Sinto-me um sortudo por poder partilhar esta cultura tão diferente da nossa e durante as minhas viagens tento sempre conciliar a componente fotográfica à componente cultural.
O Peru é também sinónimo de aventura e conhecimento. Para mim é importante ir além da clássica visita a Machu Picchu. Dar a conhecer um pouco da cultura Inca ajuda os visitantes a conhecerem as suas conquistas e o nível de desenvolvimento surpreendente do povo Quechua. Na Amazónia, contactar com tribos que vivem segundo ensinamentos milenares passados pelos seus primogénitos e sem qualquer forma de escrita é também surpreendente. As suas medicinas são plantas. A sua alimentação é em grande parte plantas. Os seus deuses são estrelas e … plantas. É uma realidade diferente e muito interessante.

Estaremos sempre de mãos dados, o Peru e eu.

Pedro Pulido é fotógrafo/viajante convidado do Fotoadrenalina em:

equipa tania fotoadrenalina-fotoadrenalina

Tânia Muxima

As viagens que fazia para surfar começaram a despoletar em mim uma vontade de ver mais para além das ondas. Nestes últimos anos tenho viajado de bicicleta, que para mim é o ritmo ideal para ver e viver os lugares. Embora concorde que o que define os países são os povos e a sua cultura, a mim o que me move são as paisagens. Tenho tido a sorte de poder concretizar os sonhos que vou tendo e gostava de continuar assim. 

Tânia Muxima é fotógrafa/viajante convidada do Fotoadrenalina em:

equipa rui fotoadrenalina-fotoadrenalina

Rui Arco

Sou uma pessoa curiosa e atenta, que em viagem privilegia o contacto com as comunidades locais, a observação de vida selvagem, a visita a locais culturais e históricos de referência, a contemplação de paisagens ditas “únicas” e a exploração dos destinos para lá do
óbvio.
Fascinam-me as viagens que requerem espírito de aventura, mente aberta e uma boa dose de improviso.
Acredito que viajar é uma forma de aprendizagem, de amadurecimento e de contribuir tanto para o bem-estar de outrem como para a preservação de locais, áreas naturais ou espécies.

Rui Arco é fotógrafo/viajante convidado do Fotoadrenalina em:

equipa sofia fotoadrenalina-fotoadrenalina

Sofia Marques

Licenciada em Publicidade e Marketing pela Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa, Sofia Marques desde cedo que desenvolveu uma grande paixão por viajar. Paris, Barcelona, Amesterdão, Bruxelas, Ibiza, Nova Iorque, foram alguns dos países que já teve a oportunidade de conhecer. Porém, a viagem mais especial e marcante foi feita no Sudeste Asiático, onde passou 5 meses a “saltar” de país em país e a deixar-se envolver em tamanhas diferenças culturais.

Para além de viajar, trabalha como Social Media Manager em regime freelancer, o que lhe permite juntar dinheiro para as suas aventuras e, por outro lado, lhe dá a liberdade necessária para conseguir viajar sempre que quiser.

Sofia Marques é fotógrafa/viajante convidada do Fotoadrenalina em:

equipa yoan fotoadrenalina-fotoadrenalina

Yoan Guerreiro

Licenciado em Audiovisual e Multimédia, na Escola Superior de Comunicação Social em Lisboa, Yoan Guerreiro, trabalhou durante 3 anos como 3D visualizer na empresa Onstudio, em Lisboa, onde desenvolveu modelos 3D fotorealistas para projetos de arquitetura.
A paixão pela fotografia surgiu bastante cedo – aos 13 anos -, com a fotografia analógica. Tirou um curso técnico de fotografia analógica e revelação bem como uma especialização em fotografia digital e edição, na mesma universidade onde se licenciou.


Em 2018 fez uma grande viagem pela Ásia, passando por países como Myanmar, Tailândia e Malásia. Anteriormente teve a oportunidade de conhecer o Brasil, Espanha, Suíça, França e o norte de Itália. Em todas as viagens a fotografia esteve sempre presente e permitiu a profissionalização nesta área, que lhe permite trabalhar com marcas, agências e hotéis, produzindo conteúdos multimédia, como fotografia e vídeo.

Yoan Guerreiro é fotógrafo/viajante convidado do Fotoadrenalina em:

Ao submeter o seu email irá receber comunicações promocionais do Fotoadrenalina via email. Pode cancelar quando quiser.

PARCEIRO OFICIAL
×