Irão | 2024

na rota dos xás da pérsia

Spots Fotográficos

ARQUITECTURA ISL MICA | CASAS SENHORIAIS DE KASHAN | JARDINS PERSAS | ESFAHAN E O BAZAR MEDIEVAL | OÁSIS NO DESERTO DE DASHT-E KAVIR | PERSÉPOLIS

Adicionar favoritos Remover dos favoritos

Somos hospedados num Boutique Hotel por uma familia Iraniana que recuperou um edificio com cerca de 200 anos que é monumento nacional no centro histórico da capital. Exploramos à porta do nosso alojamento o maior mercado do país, um espaço fascinante, com trocas comerciais há mais de mil anos. Partimos à descoberta dos seus 10km cobertos de lojas e comerciantes, da sua energia vibrante e do regatear habitual. Almoçamos num dos locais mais típicos do sul de Teerão. Na parte da tarde, deslocamo-nos para o norte da cidade, perto da antiga embaixada dos EUA e dos seus famosos murais anti-USA. Visitamos um parque surpreendente e fotogénico no norte de Teerão – concebido por uma jovem arquitecta iraniana que ganhou inúmeros prémios mundiais – numa zona chique e abastada da cidade, autêntico contraste com a zona sul e com uma vista incrível para as montanhas de Alborz. Jantamos num restaurante muito especial.
Na manhã seguinte, visitamos o palácio Golestan, antigo coração de Teerão, epicentro dos excessos e glórias, testemunha da opulência do reino dos qajars. Almoço num dos mais antigos e surpreendentes cafés de Teerão, ponto de encontro de intelectuais, jornalistas e artistas até à revolução. Um dos sítios ideais para desfrutar de um ótimo khoresht-e caseiro. Na parte da tarde vamos entrar no impressionante Museu das Jóias, incrível coleção dos tempos safávida, na altura em que os Xás percorriam a Europa, a Índia e as Terras do Império Otomano em busca de tesouros de forma a decorar a capital, Esfahan.
Kashan
Uma verdadeira pérola persa, muitas vezes injustamente negligenciada pelos roteiros turísticos. Percorremos o centro histórico a caminho das mansões senhoriais do século XIX: a magnífica Tabatabei, a Borujerdi e o hammam e-sultan mir ahmad (autêntico banho público iraniano, com cerca de 500 anos e no seu topo, uma panorâmica incrível para os terraços das casas antigas, minaretes e badgirs (torres de vento). Pernoitamos numa das incriveis casas senhoriais restauradas até à perfeição.
Teremos também oportunidade de vivenciar fotografar o magnífico bazar histórico, um dos mais fascinantes do Irão. O ponto alto será a chegada ao caravanserai que deliciará o apetite de qualquer um. Se houver disponibilidade de uma família persa, tiramos partido de uma experiência gastronómica e musical única em sua casa.
Abyaneh e Esfahan
Visitamos o epítome dos jardins persas – Património Mundial da Unesco, o Bagh-e Fin. Seguimos posteriormente para uma das mais belas aldeias históricas, Abyaneh. Situada num pitoresco vale, fotografamos as suas ruelas, cantos e recantos de cor avermelhada em adobe e madeira cruzando-nos com a sua gente caricata e castiça, a caminho de Esfahan.
Esfahan é sem sombras de dúvidas o apogeu de uma viagem fotográfica ao Irão. É na praça Nasqh-e Jahan que nos apercebemos do significado da célebre frase “Esfahan é metade do mundo”. Teremos uma tarde descontraida a observar e caminhar em redor desta imponente praça. Sítio por excelência para nos dedicarmos a um ‘people watch’. À noite, jantamos num local bastante especial de um amigo do nosso líder. Após o jantar, pela noite, iremos absorver a atmosfera social e familiar da praça Nasqh-e Jahan, ponto de encontro de muitas famílias iranianas.
Esfahan
Exploramos pela manhã as mesquitas Masjed-e Shah, Masjed-e Sheikh Lotfollah, perdição de qualquer fotógrafo e o palácio Kakh-e Ali Qapu – alguns dos edificios mais imponentes de toda a arquitectura islâmica. Durante a tarde passeamos entre as pontes junto ao rio Zayandeh, nomeadamente junto à ponte Khaju onde um evento muito especial ocorre todas as noites.
A noite convida a juntarmo-nos às centenas de famílias iranianas que se deslocam para a praça para um picnic! E se ainda restar algum espaço, espera-nos satisfazer a gulosice com uma sobremesa típica – Fereni Hafez, tentação adocicada de qualquer iraniano.
No segundo dia iremos explorar o bairro arménio Jolfa. Aqui, instalou-se uma comunidade cristã, o que origina um ambiente peculiar diferenciador da restante cidade. Visitamos a catedral Vank – uma das poucas oportunidades de visitar uma igreja cristã no Irão.
Esfahan é também sinónimo de inigualável artesanato. Além da tapeçaria, onde poderemos ficar a conhecer um pouco da sua história com maior detalhe, iremos também conhecer o trabalho do famoso miniaturista Hossein Fallahi, o trabalho em cobre, a joalharia minuciosa ou o trabalho de estampagem Ghalamkari.
Deserto dasht-e Kavir
Despedimo-nos de Esfahan rumo ao deserto de Dasht-e Kavir, um dos dois desertos que dominam a paisagem no leste do Irão e que nos proporcionarão paisagens fenomenais. Seremos acolhidos por uma familia num espaço muito especial junto a pequenas aldeias-óasis, lagos de sal e vastas dunas de areia. Testemunhamos como se vive atualmente neste cantinho muito especial do Irão.
Yazd
Antigo entreposto comercial de paragem na Rota da Seda, Yazd é o sítio perfeito para vaguearmos e deixarmo-nos levar pelas passagens e ruelas que compõem este centro histórico único de adobe e torres de vento (badgirs), pátios e casas senhoriais. Segundo a UNESCO, é uma das cidades mais antigas do mundo e seguramente outro ponto alto na nossa viagem. Partimos para o centro histórico. Aqui teremos a oportunidade de vivenciar uma sessão de Zurkhaneh, um misto entre desporto de força e uma experiência mística espiritual, onde temos permissão para fotografar. Impossível não parar numa das pastelarias mais antigas com doces típicos desta região. Iremos abastecer-nos para os próximos dias :)
Pernoitamos num dos vários khan-e sonnati – maravilhosas casas tradicionais – recuperadas para alojamento. De dia exploramos a cidade histórica, à noite sentamo-nos em takhts e deliciamo-nos nestes pátios jantando e bebendo chá tal como os iranianos o fazem há séculos.
No segundo dia, dedicamos algum tempo a desfrutar calmamente pelo antigo centro histórico entre ruelas e muros altos construídos com adobe. Partimos à descoberta da religião zoroastra. Visitamos o Templo do Fogo seguidamente das Torres de silêncio onde segundo rituais fúnebres os corpos se decompunham expostos ao ar. Aproveitamos o momento e local no topo de um monte próximo da luz de pôr-do-sol, enquanto temos uma vista de 360 graus sobre Yazd.
Yazd – Persepolis – Nasqh Rostam – Shiraz
Temos um longo dia pela frente. Despedimo-nos de Yazd rumo a Pasargadae, antiga cidade de Cyrus, primeiro rei Persa. Visitamos a tão desejada Persepolis, apogeu e trágico fim do antigo Império Aqueménida. A entrada monumental, os grandiosos portões, os relevos requintados não deixam grande dúvida sobre a importância deste espaço construído por Darius o Grande em 518 AC, hoje em dia património mundial da UNESCO.
Não menos impressionante e que visitamos posteriormente é Nasqh-e Rostam. No topo de um penhasco avistamos quatro túmulos trabalhados na rocha, de Darius I, II, Xerxes I e Anta Xerxes, bem como alguns frescos extraordinários, aludindo a cerimónias de realeza e vitórias de guerra. Com uma luz de final de tarde, ou gracejados por algumas nuvens podemos ter a oportunidade de obter neste espaço algumas das fotografias mais memoráveis da viagem.
Shiraz
Uma das cidades mais amadas pelos Iranianos. Exploramos pela manhã a mesquita Nasir Al-Molk, reconhecida pela sua elegância, os seus vitrais inesquecíveis e um belíssimo jogo de luz sendo uma das mesquitas mais fotografadas do Irão. É de manhã que teremos a melhor luz de forma a conseguir tirar o melhor partido das suas cores.
Visitamos o jardim persa Naranjestan e iremos explorar a zona histórica da cidade, nomeadamente a citadela, os vários bazares que compõem o antigo distrito de comércio. O mais aclamado é o bazar de e-Vakil, além da sua arquitetura fantástica é composto por inúmeras lojas de grande qualidade, incluindo souvenirs. Passeamos pelos seguintes bazares, deixando-nos contagiar pelo ambiente, parando e visitando alguns caravanserais e casas de chá. Para quem quiser reservaremos tempo para compras de souvenirs no bazar antes do regresso para Portugal.
Teremos ainda oportunidade de disfrutar da visita ao jardim de Hafez, célebre poeta de Shiraz. Testemunharemos um sítio de culto e de idolatria de peregrinos iranianos. Diz-se que qualquer iraniano sabe recitar de cor um poema de Hafez, podemos confirmá-lo! Teremos o nosso último jantar num dos espaços mais especiais do Irão.
Dependendo da hora do voo poderemos ou não ter alguma atividade neste dia. Durante a viagem consultamos em conjunto as várias possibilidades.

Ler mais

Aeroportos

Portugal > Teerão
Shiraz > Portugal

Destinos

Teerão Kashan Abyaneh
Esfahan
Deserto Dasht-e Kavir
Garmeh
Mesr
Yazd
Persepolis
Shiraz

Fotografia

Fotografia de rua
Retrato
Natureza
Paisagem
Fotografia de Comida
Fotografia de Arquitetura

Alojamento

Boutique Hotel
Guesthouse
Ecolodge

Transporte

Privado e público

Esforço

Baixo

Nº Participantes

Min 4, Máx 12

Irão | 2024

Programa da viagem

  • Dia 1

    Voo Portugal – Teerão
    Habitualmente os voos chegam na madrugada de D+1
    Noite em avião ou em Boutique hotel em Teerão, dependendo da hora de chegada.

  • Dia 2

    Passeio no centro histórico e no Bazar de Teerão. Pausa para espiar os murais propagandísticos ainda visíveis na antiga embaixada norte-americana. Passeio na parte norte de Teerão.
    Noite em Boutique hotel em Teerão.

  • Dia 3

    Visita ao palácio Golestan. Almoço num dos mais antigos cafés de Teerão. Visita ao museu das joias. Partida para Kashan.
    Noite em casa-senhorial em Kashan.

  • Dia 4

    Passeio pelo centro histórico, nomeadamente as casas senhoriais o Hammam e o bazar histórico. Se houver disponibilidade de uma família persa, tiramos partido de uma experiência gastronómica e musical única em sua casa.
    Noite em casa-senhorial em Kashan.

  • Dia 5

    Visita ao epítome dos jardins persas – Património Mundial da Unesco, o Bagh-e Fin. Seguimos para a aldeia histórica, Abyaneh. E Terminamos o dia em Esfahan.
    Noite em hotel em Esfahan.

  • Dia 6

    Visitamos as mesquitas Masjed-e Shah, Masjed-e Lotfollah o palácio Kakh-e Ali Qapu. Passeio entre pontes junto ao rio Zayandeh, paragem na ponte Khaju.
    Noite em hotel em Esfahan.

  • Dia 7

    Exploramos o bairro arménio Jolfa, visitamos a catedral Vank e o excelente museu da Música. Tarde livre para explorarmos calmamente o magnifico bazar, os seus artesãos e os edifícios históricos em cada esquina.
    Noite em hotel em Esfahan.

  • Dia 8

    Viagem de Esfahan a Garmeh/Mesr no coração do deserto de Dasht-e Kavir. Primeiro contacto com a ruralidade numa pequena aldeia do deserto central do Irão.
    Noite em Ecolodge em Garmeh/Mesr.

  • Dia 9

    Passeio matinal pela aldeia. O resto do dia fica a critério de cada um. Existe a possibilidade de visitar um lago salgado, passear de 4x4 pelo deserto até dunas mais distantes, ou simplesmente para quem apenas queira um dia mais calmo, um maior passeio pela aldeia e vivenciar mais de perto o modo de vida dos seus habitantes.
    A noite é o momento ideal para apreciar o som da música local, num café recentemente inaugurado na aldeia, uma delícia de espaço que facilmente adiará a vontade de ir descansar cedo.
    Noite em Ecolodge em Garmeh/Mesr.

  • Dia 10

    Viagem de Garmeh/Mesr para Yazd - Centro histórico único de adobe e torres de vento (badgirs), pátios e casas senhoriais.
    Visita pelo centro histórico, nomeadamente o emblemático edifício Amir Chakhmaq. Assistimos a uma sessão de Zurkhaneh, um misto entre desporto de força e uma experiência mística espiritual, onde temos permissão para fotografar.
    Regresso pelo Bazar. Terminamos o dia num local privilegiado para assistir a um sunset com a panorâmica sobre as torres de vento.
    Noite em hotel em Yazd.

  • Dia 11

    De manhã fazemos uma visita pelo centro histórico, à tarde deslocamo-nos ao Templo do Fogo seguidamente das Torres de silêncio. Aproveitamos o momento e o topo de uma das Torres para fotografar o pôr-do-sol e ter uma vista de 360 graus sobre Yazd.

  • Dia 12

    Transporte Yazd - Persepolis – Nasqh Rostam - Shiraz
    Despedimo-nos de Yazd rumo a sul. Visita a Nasqh-e Rostam. Seguimos para Persepolis - património mundial da UNESCO.
    Noite em guesthouse em Shiraz.

  • Dia 13

    Visitamos a Mesquita Nasir Al-Molk e o jardim persa Bagh Narajestan. Passeio pela zona histórica da cidade, os vários bazares que compõem o antigo distrito de comércio. O mais aclamado é o bazar de e-Vakil.
    À tarde, opcionalmente podemos decidir entre visitar o jardim-mausoléu de Hafez, célebre poeta de Shiraz ou passar a tarde nas últimas compras de souvenirs e ter algum tempo livre onde podemos visitar a Citadela, a Mesquita Vakil ou um simplesmente para num café na bonita praça a apreciar todo aquele frenesim de pessoas a circular e os últimos raios de luz a incidir nos belíssimos edifícios históricos na praça principal. Jantar de despedida.

    Voo de regresso ao destino.

LIDER DA VIAGEM

Pedro Padinha

Mais detalhes sobre a viagem

Transportes

INCLUÍDO:

Dos aeroportos/estações > hotéis > aeroportos/estações, quando realizado em conjunto com líder.
Todos os transportes privados ou públicos entre cidades.

NÃO INCLUÍDO:

Deslocamo-nos da forma mais barata dentro das cidades, a pé.
Há sempre a opção de usar outro transporte, por conta de cada um.
No deserto existe – opcionalmente – a possibilidade de efetuar um passeio 4x4 pelas dunas (25€ Pax)

Atividades

INCLUÍDO:

Todos os percursos realizados com líder, excluindo as que mencionamos como - não incluídas.

NÃO INCLUÍDO:

Visitas a palácios, museus e templos.
Poderá gastar entre 50€ a 85€, aproximadamente.

ALOJAMENTO

INCLUÍDO:

Todas as noites referidas no programa.
Em quarto duplo ou twin.

NÃO INCLUÍDO:

Quarto individual – pedir cotação ao Fotoadrenalina.

Alimentação

INCLUÍDO:

Todos os pequenos almoços.

NÃO INCLUÍDO:

Todos os almoços e jantares.
Poderá gastar entre 5€ a 7,50€ aproximadamente, por refeição.

Irão | 2024

Sobre o destino:

Moeda

Rial Iraniano

MeteoROLOGIA

Entre 15º a 30ºC

PASSAPORTE

Obrigatório, com validade superior a 6 meses, a partir do último dia de viagem.
Os cidadãos que não tenham nacionalidade portuguesa devem verificar nas embaixadas do seu país.

Visto

É obrigatório visto para os cidadãos portugueses. O processo atualmente é online. Os cidadãos que não tenham nacionalidade portuguesa devem verificar nas embaixadas do seu país.
Visto à chegada no aeroporto – embora possível – altamente desaconselhado por existirem casos de rejeição.

Fuso HORÁRIO

+2,5 horas que Portugal Continental.

Saúde

Deve ter sempre as suas vacinas em dia.
O seguro de viagem é obrigatório (realizado pelo Fotoadrenalina).
Não é necessária consulta de viajante nem existem vacinas obrigatórias.

Segurança

É um país seguro, no entanto aconselha-se os cuidados normais de segurança, sobretudo com o material fotográfico, documentação e dinheiro.

TelecomUNICAÇÕES

Irão +98
Para Portugal +351

As 14 perguntas que devo ler antes de viajar

  • As viagens Fotoadrenalina são para mim?

    São para todos os que gostam de viajar. Apenas juntamos à viagem a oportunidade de fotografar.

  • Preciso de saber fotografia para viajar com o Fotoadrenalina?

    Não, mas gostamos de juntar à viagem a oportunidade e o tempo para fotografar. Podes fotografar com um telefone ou com uma câmara reflex, mas queremos que registes o teu olhar para recordares e partilhares. Não precisas de saber fotografar e até podes ir sem câmara fotográfica. Leva pelo menos o telemóvel, se não for para fotografar, pelo menos sempre serve para veres a horas.

  • Esta viagem em particular, é para mim?

    Partimos do princípio que sim, mas depende mais de ti, do que de nós. Deves ter a capacidade de aceitar em viagem o imprevisto, o cansaço, as adversidades e relativizar os problemas que possam surgir. Deves sempre tratar bem os outros participantes e nunca falar mal deles. É importante gostares de conviver com pessoas, já que vais viver com elas 24 horas por dia. Deves ter sentido de humor, porque ajuda a tornar uma situação negativa em positiva. No entanto, 99% das vezes a viagem corre bem.

  • Quantas pessoas tem o grupo?

    Varia, os grupos são pequenos dentro das 6 a 12 pessoas. Como vais com um líder, temos de ter um mínimo de 6 pessoas.

  • Como é feita a inscrição?

    No item da reserva, colocas o teu nome, mail, nif (nº de contribuinte) e telefone e nós enviamos-te um formulário com todos os dados que precisamos para seguires viagem.

  • Quem compra os voos?

    Podes comprar tu ou o Fotoadrenalina, através dos nossos parceiros (agências de viagens). Lembramos que há vantagens em comprar com os nossos parceiros, já que se houver algum problema antes ou durante a viagem, a agência de viagens pode ajudar a resolver o problema. A agência de viagens cobra uma pequena taxa, mas compensa já que tens o apoio e a segurança deles na gestão do voo. Os problemas que acontecem no aeroportos, como overbooking, cancelamento de voos, greves, entre outros, só mesmo tratando no balcão da companhia aérea no aeroporto onde se encontra, a agência não consegue intervir nestes casos.

  • Quando são comprados os voos?

    Quando a viagem for confirmada pela equipa do Fotoadrenalina. Para isso, precisamos de um número mínimo de participantes, que são 6 pessoas. A partir da confirmação da viagem, enviamos um mail a todos os inscritos com a indicação dos horários dos voo do grupo e o preço do voo. Podes comprar por ti ou pelos nossos parceiros, mas têm de coincidir a hora de chegada ao destino e hora de partida do destino. Se não coincidir, as deslocações do aeroporto e o encontro com o grupo fica a cargo do participante.

  • Como são os alojamentos?

    Depende dos países e dos locais. Gostamos de dar “boa cama”, mas nem sempre há disponível a cama ideal. Pedimos sempre quartos com camas separadas e com quarto de banho no quarto, mas em locais mais remotos, por vezes as condições são diferentes e temos de ter a capacidade de aceitar que as condições não são iguais em todos os países do mundo. Se achas que queres mais privacidade e conforto quando vais dormir, podes pedir quarto individual, mas terás um custo extra associado (pede cotação ao Fotoadrenalina).

  • Quando pago a viagem?

    Após a inscrição e do formulário preenchido deves fazer o pagamento de 10% do valor total da viagem (excluindo os voos) Assim que a viagem seja confirmada pelo Fotoadrenalina, com o número mínimo, pedimos a todos os inscritos mais 15% do valor total e passamos a accionar os voos. Os restantes 75% do valor total é pedido 1 mês antes da data da viagem.

  • Esta viagem têm seguro?

    Sim, em todas as viagens é obrigatório fazer um seguro em viagem para o grupo, que é cobrado à parte. O seguro em viagem não paga tudo ou qualquer coisa (ver as condições da apólice no item do seguro em viagem). É preciso sempre o relatório do incidente e o comprovativo da despesa. O líder avisará a equipa do Fotoadrenalina em Portugal, que entrará em contacto com a seguradora para fazer todo o acompanhamento (não precisas de te preocupar). O seguro em viagem do Fotoadrenalina incluí situações de COVID-19, mas não de outra pandemia. Ao fazeres para as datas da viagem, estás também a fazer seguro de cancelamento da viagem, mesmo em situações de dares positivo ao Covid-19, antes da viagem. Ou outras situações graves que te impeçam de ir na viagem (Ver quais as condições).

  • O Fotoadrenalina passa fatura?

    Claro que sim. Na inscrição e nos dados do participante pedimos o NIF (nº de contribuinte) para todos os pagamentos serem emitidos faturas. A fatura final é passada depois da viagem realizada. Verifica sempre o spam, mas podes ver sempre no e-fatura no portal das finanças. Todas as faturas vêm em nome de TRAJECTO IMEDIATO, agência de viagens unipessoal, Lda, o representante legal do Fotoadrenalina, com o NIF 517210380.

  • Até quando posso desistir desta viagem?

    Podes desistir até a viagem estar confirmada e serão devolvidos os 10% pagos. Quando a viagem está confirmada, vamos pedir mais 15% e vamos também accionar os voos. A partir daqui será mais difícil reaveres o teu dinheiro, visto os voos são não reembolsáveis e já temos acordos com os parceiros (alojamento, atividades, etc). Os 25% já pagos ao Fotoadrenalina, só devolvemos em voucher, com validade de 1 ano para gastares em qualquer viagem. Os restantes 75% da viagem só são pagos 1 mês antes da viagem, mas se desistires após essa data, serão cobrados todos os serviços de terceiros já pagos. O restante não cobrado pelos parceiros será devolvido em voucher para gastares no prazo de 1 ano.

  • O que acontece se a viagem for cancelada?

    Todos os valores pagos serão devolvidos se for o Fotoadrenalina a desistir da viagem. Se a viagem for cancelada por motivos externos ao Fotoadrenalina, por exemplo em caso de uma pandemia, guerras, greves ou pelas entidades oficiais dos países, tentaremos com os parceiros a devolução do dinheiro, mas se não for possível, emitimos um voucher nos valores não cobrados com validade de 1 ano. Aconselhamos a todos os participantes fazerem seguro de cancelamento de viagem (ver condições).

  • Se tiver dúvidas como posso contatar o Fotoadrenalina?

    É melhor sempre enviar um mail para ficar registado e por escrito: info@fotoadrenalina.com Se for algo simples e/ou urgente podes enviar mensagem pelo WhatsApp ou ligar +351 916222009.

  • E se eu for um chato e quiser mesmo reclamar?

    Sabemos que o dia em que deixemos de reclamar, será um dia triste para a humanidade, por isso tens um livro oficial de reclamações, que podes accionar indo ao rodapé do site e clicar no “livro de reclamações”. Desejamos-te boa sorte.

OUTROS DESTINOS que também vais gostar...

Viagens Fotoadrenalina

RESERVA DE VIAGEM

Irão | 2024

Valor para reservar: (10% do valor total) 139,50€
Valor total: valor da experiência: 1.395,00€
×